Curitiba desponta no cenário da moda faz um tempo. Diz-se que é aqui onde as grandes marcas fazem os testes – se as novidades forem aprovadas pelas curitibanas e curitibanos, é certo o sucesso no cenário nacional. A informação pode ser questionada, mas não nos restam dúvidas sobre o crescimento da cidade no mundo fashion.

Com um público aberto ao novo, atento ao slow fashion e cheio de vontade de experimentação, novas marcas surgem e crescem nesse meio. Do high tech ao sustentável, tudo passa por provas e testes antes de chegar às ruas. Desenhar ideias e construir negócios dentro de um mundo novo que está aparecendo.

Afinal, moda é, sobretudo, sobre mudanças. É preciso acompanhar as macrotendências, tudo que acontece e o peso disso no que se veste. Afinal,  as pessoas não compram só uma roupa, vai bem além disso. Portanto, o que é preciso estar atento ao olhar para o cenário de moda em Curitiba?

Curitiba também desfila

Aos trancos e barrancos, marcas encontram espaço e tentam fazer história na capital paranaense. Os incentivos, ainda escassos, pipocam aqui e aquicolá, mas demoram para respingar em todo mundo. O local para compra de material hoje fica longe do centro, em lugares espalhados, e nem sempre oferece materiais para todas as demandas.

Com uma jornada de consumo muito mais focada em benefícios, conclusão do levantamento Fashion Trends, do Google, os consumidores sentem falta de um relacionamento com a marca, então optam por varejistas com preços mais acessíveis.

Mas é exatamente nesse ponto que estão tocando as novas marcas. Além do relacionamento, estão pensando em novos modelos de negócios para combater todo esse embate ético que a moda enfrenta, uma crise na produção e que o consumidor precisa refletir.

É o que nos diz Ariane Santos, criadora da Badu Desing. Para ela, “os consumidores buscam mais que um produto, estão optando por marcas que conhecem toda sua cadeia produtiva e que estão atentas ao propósito das marcas. Isso abre  espaço para as marcas de reposicionarem e se reinventarem”.

Para alcançar isso, existe um amparo entre quem está fazendo. A Projeto Zero Um, por exemplo, alimenta o compartilhamento, de costureira a tecidos, além de compras coletivas, que criam uma rede de ajuda e apoio. “Por incrível que pareça, compartilhar não é tão comum assim e isso gera muita coisa boa”, colocou Vanessa Gabardo, fundadora da Projeto Zero Um, junto com a Patrícia Hirozawa.

E mesmo com todas as planilhas e planos de negócios que surgiram na faculdade, colocar o business em prática ainda aparece como o maior desafio, não só para elas, mas para todo mundo que está inovando na área. “Falta alguém que olhe para a nossa estrutura, entenda nossas diferenças e ajude a pegar nosso formato e transformar em um negócio”, comenta Patrícia.

Nesse cenário, é preciso recorrer a ajuda e buscar alguém que entenda tanto de negócio como de moda. Quem percebeu esse problema foi a Aldeia, que agora está promovendo o programa de aceleração Moda Makers LAB. A ideia é exatamente dar uma base de negócios para quem já tem um conceito bem construído da marca, mas não consegue sair do lugar.

Quem faz moda em Curitiba

Fizemos uma seleção e vamos te mostrar 5 marcas para ficar de olho esse ano – elas são disruptivas e estão mudando, inovando e nos surpreendendo.

Rocio Canvas

Com ritmo de produção slow fashion, a grife cria pequenas coleções ao longo do ano, respeitando o tempo de criação e produção de cada uma das peças. A Rocio Canvas desfilou sua coleção de Verão 2018 na Casa de Criadores, chamando atenção da mídia nacional sobre o seu potencial criativo.

Onde encontrar: rociocanvas.com.br

Projeto Zero Um

O Projeto Zero Um é um laboratório de design que pensa em roupas além de estações ou coleções. Com a proposta de dar ao consumidor uma peça versátil, bonita e durável, as designers colocam força nos modelos e reforçam a sustentabilidade em sua produção, além de oferecem ótimas condições de trabalho para quem está fazendo a marca junto.

Onde encontrar: http://www.prjt01.com/

Reptilia

Sustentabilidade: essa é a palavra-chave para as coleções da Reptilia, marca de moda feminina nascida em Curitiba. Todo o processo de confecção das peças da grife é realizado dentro dos moldes mais ecológicos possíveis, inclusive o fornecimento da matéria-prima.

Onde encontrar:  reptilia.name

Veine

A palavra Veine vem do francês e significa “ter a veia”, ou melhor, “ter vontade, valentia”. E é exatamente esse espírito que a marca curitibana transmite através de suas peças, com cores e estampas minimalistas que acompanham o curitibano a qualquer tipo de ocasião.

Onde encontrar: veine.com.br

Apuê

A marca curitibana oferece modelos clássicos, como os sapatos oxford e as botas chelsea (ambos modelos britânicos) aparecem tanto em suas versões tradicionais quanto em releituras. A matéria-prima é essencialmente o couro, mas há também versões sem materiais de origem animal, como a sapatilha Tilo (na cor mostarda), que será lançada no próximo dia 03 de novembro.

Onde encontrar: http://www.apue.com.br/

Você também pode gostar de:

Pré-inscrição de Curso


×

×

×
[contact-form-7 id="30510" title="Formulário de Locação de Sala"]

×
Interessa em fazer parte da Tribo

A comunidade online vai ser liberada no dia 29 de Maio. Deixe seus contatos aqui e receba acesso em primeira mão!
[activecampaign form=106]

×

Produção Audiovisual na Prática

No curso Produção Audiovisual na Prática, vamos te mostrar a realidade atual e as tendências do mercado, como resolver os problemas que podemos encontrar pelo caminho, como achar o cliente certo e conquistá-los, além de técnicas de roteiro, brief, manuseio de equipamentos, como montar um orçamento e apresentar a proposta ideal de trabalho ao seu público.

Quem é o Professor

Gabriel Marchi é Filmmaker, Diretor Cinematográfico e Jornalista especializado em Produção e Mercado Audiovisual pela PUC PR. Formado em Direção de Fotografia pela AICTV – Academia Internacional de Cinema e Televisão, já criou vídeos dos mais diversos formatos, incluindo documentários, videoclipes, institucionais, filmes publicitários e web vídeos. Atende a demanda de audiovisual Brasil afora, incluindo Ministério da Saúde, History Channel, Orquestra Filarmônica de Curitiba, Shopping Pátio Batel, Shopping Estação, Hospital Vita, Britânia, Philco, diversas agências de publicidade e emissoras locais.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Mercado Audiovisual e onde habita

Parte 2 – Planejamento, orçamentos, roteiros, aluguel e locação de equipamentos

Parte 3 – Set de filmagem

Parte 4 – Luz, câmeram ação

Parte 5 – Criando portfólio

Do que Preciso?

✓ De um caderno, caneta, seu celular bem carregado e criatividade, muita criatividade.

Detalhes do Curso

Data – 05 a 09/11

Horário – 19h às 22h

Duração – 15 horas

Local – Aldeia

×

Edição de Vídeo com Adobe Premiere

No curso Edição de Vídeo com Adobe Premiere, você vai aprender como editar vídeos na prática! O curso é totalmente voltado ao mercado de trabalho e aborda as principais etapas da montagem de um vídeo ou filme. Você vai aprender conceitos de edição, organização, técnicas profissionais de trabalho, edição, sonorização, efeitos até a exportação. Tudo isso sempre ligado a referências, exemplos reais e atividades práticas.

Quem é o Professor

Bruno Baltarejo é professor e coordenador dos cursos de audiovisual no portal TreinaWeb. Trabalha com edição e pós produção de filmes publicitários e cinema desde 2006. Instrutor com diversas certificações internacionais; Authorized Trainer DaVinci Resolve, Adobe Certified Instructor em After Effects, Premiere, Illustrator, Lightroom, Photoshop, Video Specialist.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Introdução ao software

Parte 2 – Diferentes exemplos práticos

Parte 3 – Técnicas de efeitos e truques

Parte 4 – Finalização de um projeto

Do que Preciso?

✓ Do seu notebook com o Adobe Premiere Pro instalado, de preferência na versão mais recente (pode ser a versão de teste).

Detalhes do Curso

Data – 22 e 23/09

Horário – 09h às 18h

Duração – 16 horas

Local – Aldeia

×

Storytelling

Neste curso de Storytelling você aprender na prática o passo a passo para construir boas histórias. Seja para um livro, blog, podcast, TED Talks, redes sociais, apresentação de projetos e etc.

E há técnicas para isso. Desde as mais simples, que você consegue escrever num guardanapo, até as mais minuciosas, em que você gastará páginas e páginas de planejamento, montando cada detalhe da história com o cuidado para que ela nunca deixe de ser interessante.

Quem é o Professor

Ivan Mizanzuk é doutor em Tecnologia (UTFPR) e professor em cursos de Design, Arquitetura e Jornalismo em Curitiba-PR, além de escritor e podcaster. Autor dos livros “Existe Design?” e “Até o Fim da Queda” e host do podcast AntiCast desde 2011. Em 2015 lançou o Projeto Humanos, um dos poucos podcasts em formato storytelling no Brasil, mesmo formato de programas de grande sucesso nos EUA, como Serial, This American Life e Radiolab.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Elementos do arco narrativo; diferentes modelos e formatos

Parte 2 – Construção de personagens e criação de empatia

Parte 3 – Conceito: sua história sempre é maior do que ela conta

Parte 4 – Sucessão de eventos (fórmula Soren)

Parte 5 – Qual é o limite ético em se inventar histórias na publicidade?

Parte 6 – Exemplos e análise na prática

Detalhes do Curso

Data – 06/10

Horário – 10h às 18h

Duração – 7 horas

Local – Aldeia

×

Adobe After Effects

O After Effects é um dos mais antigos softwares da Adobe, imbatível na área de composição para televisão, cinema e internet. É vastamente utilizado na criação de efeitos digitais, cartelas publicitárias, animações vetoriais, tipográficas, infográficos animados e MUITO mais. Este curso aborda uma visão geral deste prestigiado software, ideal para quem está iniciando o uso desta ferramenta. É apresentado a integração com os demais softwares Adobe, técnicas de composição, workflow de produção, animação, entre outros conceitos importantes voltados para a área de Motion Graphics e Efeitos Visuais.

Quem é o Professor

Bruno Baltarejo é professor e coordenador dos cursos de audiovisual no portal TreinaWeb. Trabalha com edição e pós produção de filmes publicitários e cinema desde 2006. Instrutor com diversas certificações  internacionais; Authorized Trainer DaVinci Resolve, Adobe Certified Instructor em After Effects, Premiere, Illustrator, Lightroom, Photoshop, Video Specialist.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Introdução ao After Effects

Parte 2 – Construção da imagem

Parte 3 – Animações na prática

Parte 4 – Efeitos visuais

Parte 5 – Animação de textos

Parte 6 – Introdução ao 2D e 3D

Do que Preciso?

✓ Do seu notebook com o Adobe After Effects instalado, de preferência na versão mais recente (pode ser a versão de teste).

Detalhes do Curso

Data – 20 e 21/10

Horário – 09h às 18h

Duração – 18 horas

Local – Aldeia

×

Youtube Business

No curso YouTube Business, você aprende como montar seu canal, gerenciá-lo com qualidade, monetizá-lo e transformá-lo num negócio rentável. 

Além de entender como definir seu público específico, como começar um canal desde os primeiros passos, definir sua estratégia de conteúdo e linguagem, desenvolver relacionamentos com outros influenciadores e bombar a divulgação do seu canal, seja ele pessoal ou empresarial.

Quem é o Professor

Ricardo Almeida é cofundador da Coletive, aceleradora de canais do YouTube. Desde o início da sua carreira, trabalhou com canais gigantes do Brasil e do exterior, como PC Siqueira, Kéfera, NiceNienke, Gabriel O Pensador, Clara Aguilar e Tesão Piá e empresas como SEBRAE, Positivo e a própria Aldeia. É jornalista pós-graduado em Comunicação Audiovisual e diretor de produção.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Introdução ao YouTube

Parte 2 – Entendendo o mercado e como entrar nele

Parte 3 – Criando um canal de sucesso

Parte 4 – Analisando e otimizando seu canal

Parte 5 – Criando valor para o seu público

Detalhes do Curso

Data – 27/10

Horário – 09h às 18h

Duração – 9 horas

Local – Aldeia

×