Quase que todos os polímatas que temos encontrado, durante este primeiro mês da Polímatas, disseram estudar por conta própria. Na minha primeira startup, nós falávamos muito sobre autodidatismo; contudo, faltou falar um pouco em nossas conversas sobre a probabilidade que existe de estarmos estudando “errado”. Sim, um autodidata pode enfrentar problemas com sua postura na hora de aprender novas habilidades e conhecimentos.
Vamos ver agora três problemas comuns na mentalidade de quem vai estudar por conta própria.

1 – Tem muitas coisas que você não sabe que você não sabe.

Esse é um obstáculo fundamental para o crescimento de qualquer estudante. Você precisa constantemente buscar referências. Estudar por conta não é estudar sozinho. Por isso, eu sempre rejeito a frase “você é um autodidata” porque sei que na grande maioria das vezes as pessoas querem dizer que “você se ensina”. Autodidata é aquele que persegue com vigor o seu aprendizado. Admita: você não sabe tudo do assunto (até por isso que está estudando ele).

Conheça o efeito Dunning-Kruger, como explicado em seu artigo (numa tradução livre):
As pessoas tendem a ter visões excessivamente favoráveis de suas capacidades em vários domínios sociais e intelectuais. Os autores sugerem que esta superestimação ocorre, em parte, porque as pessoas que são não qualificadas nestes domínios sofrem uma dupla carga: Não só elas chegam a conclusões errôneas e fazem escolhas infelizes, mas sua incompetência rouba-lhes a capacidade metacognitiva para perceber isso.

Ponto é: como você saiu do zero, ao chegar em qualquer ponto mais avançado ao estudar por conta, você vai se sentir muito bom e, de certa forma, dominador do assunto. Cuidado. Busque referências e pessoas que possam te ajudar a encontrar um caminho de aprendizado, para você saber o que você não sabe.

2 – Você não é um especialista em aprendizagem.

Por mais que eu já tenha dito antes que precisamos abandonar muitos conceitos e paradigmas que temos sobre Educação, de longe eu quero dizer que eu tenho a resposta. A pedagogia e didática atuais têm sim coisas para nos ensinar. Provavelmente é um erro você achar que você entende mais sobre o processo de estudar por conta e aquisição de habilidades do que um especialista no assunto (mesmo quando falarmos sobre como você, em específico, aprende).

Em seu blog, Erik Dietrich fala sobre a “ascensão do novato especialista” (publicação em Inglês), em uma tradução livre. Ele introduz o conceito do novato especialista por meio de uma analogia com a sua experiência com o boliche.
Ele diz que em seus primeiros dias como um jogador, ele desenvolveu uma técnica que não envolve colocar os dedos na bola de boliche. Essa técnica funcionou bem – até certo ponto. Ele foi capaz de melhorar a um certo nível na competição que ele jogou, marcando até 160 (de 300) em um jogo. Até que ele parou de melhorar. Um gerente com mais idade, eventualmente, disse o que seria necessário para crescer. Ele havia chegado ao limite de progresso jogando daquela maneira (que era errada). Se ele quisesse evoluir, teria que voltar atrás e aprender a jogar da maneira certa. E, o pior de tudo, ele seria um jogador ruim até que possa voltar no estágio que estava e, depois, ser ainda melhor.

O novato especialista encontra-se em uma posição na qual eles fazem algo “suficientemente bem” e até mesmo “melhor do que a maioria”, mas não de forma “verdadeiramente excelente”. Por não saber ou por ignorar ativamente as suas próprias lacunas de conhecimento, o novato especialista perde a oportunidade de descobrir o que eles não sabem. Este é um enorme inibidor de crescimento.

Ponto é: tente estudar sobre o processo de aprendizagem, ainda mais se for de áreas que você não tem contato; por exemplo: um administrador estudando, pela primeira vez, sobre design.

3 – Ignorar o planejamento.

Ao contrário do que muitos pensam, estudar por conta não é sinônimo automático de aprender mais rápido. Recomendo muito a leitura sobre o modelo dos irmãos Dreyfus, pois ele te trará uma visão organizada e mastigada sobre o processo de aprendizado.

Muitos, ao estudar por conta própria, querem aprender uma coisa bem específica, como uma ferramenta ou uma técnica em especial. Contudo, se o seu caso for de aprender sobre uma área que seja abrangente, tome algum tempo tentando planejar seus estudos, faça um balanço entre estudos experimentais (pesquisa, perguntas, identificação de teorias e modelos) e de absorção (aulas, vídeos, leitura). Enfim, saiba que, se você está querendo estudar algo por conta própria, existem muitas chances de cair no problema 2.

Ponto é: Pense no que pode acontecer devido ao efeito Dunning-Kruger e tente antecipá-lo.

Você já havia refletido sobre essas mentalidades sobre o ato de estudar por conta própria?

Reconheça que a estudar por conta não significa não precisar de ajuda. Se isso é válido para o conhecimento em si, também é muito mais forte para a didática da coisa. Se você aprender de maneira errada, o processo de re-aprender vai ser muito mais doloroso (contudo, com certeza de tempos em tempos precisamos fazer isso).
Estudar por conta significa estar ativamente na busca e expondo-se a diferentes conhecimentos e crenças do que aqueles que você já possui. É uma boa jornada.

Para fazer já: liste os conhecimentos e habilidades que você está tentando aprender hoje e comece a fazer seu planejamento. O que eu sei, o que eu não sei e o que eu não sei que não sei. Nesse última coluna, vá preenchendo conforme você for pesquisando por referências, termos da área que você antes não conhecia e nomes de pessoas influentes. Em seguida, veja as skills que você precisa desenvolver para aprender as novas skills da segunda coluna.

Você também pode gostar de:

Pré-inscrição de Curso


×

×

×
[contact-form-7 id="30510" title="Formulário de Locação de Sala"]

×
Interessa em fazer parte da Tribo

A comunidade online vai ser liberada no dia 29 de Maio. Deixe seus contatos aqui e receba acesso em primeira mão!
[activecampaign form=106]

×

Produção Audiovisual na Prática

No curso Produção Audiovisual na Prática, vamos te mostrar a realidade atual e as tendências do mercado, como resolver os problemas que podemos encontrar pelo caminho, como achar o cliente certo e conquistá-los, além de técnicas de roteiro, brief, manuseio de equipamentos, como montar um orçamento e apresentar a proposta ideal de trabalho ao seu público.

Quem é o Professor

Gabriel Marchi é Filmmaker, Diretor Cinematográfico e Jornalista especializado em Produção e Mercado Audiovisual pela PUC PR. Formado em Direção de Fotografia pela AICTV – Academia Internacional de Cinema e Televisão, já criou vídeos dos mais diversos formatos, incluindo documentários, videoclipes, institucionais, filmes publicitários e web vídeos. Atende a demanda de audiovisual Brasil afora, incluindo Ministério da Saúde, History Channel, Orquestra Filarmônica de Curitiba, Shopping Pátio Batel, Shopping Estação, Hospital Vita, Britânia, Philco, diversas agências de publicidade e emissoras locais.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Mercado Audiovisual e onde habita

Parte 2 – Planejamento, orçamentos, roteiros, aluguel e locação de equipamentos

Parte 3 – Set de filmagem

Parte 4 – Luz, câmeram ação

Parte 5 – Criando portfólio

Do que Preciso?

✓ De um caderno, caneta, seu celular bem carregado e criatividade, muita criatividade.

Detalhes do Curso

Data – 05 a 09/11

Horário – 19h às 22h

Duração – 15 horas

Local – Aldeia

×

Edição de Vídeo com Adobe Premiere

No curso Edição de Vídeo com Adobe Premiere, você vai aprender como editar vídeos na prática! O curso é totalmente voltado ao mercado de trabalho e aborda as principais etapas da montagem de um vídeo ou filme. Você vai aprender conceitos de edição, organização, técnicas profissionais de trabalho, edição, sonorização, efeitos até a exportação. Tudo isso sempre ligado a referências, exemplos reais e atividades práticas.

Quem é o Professor

Bruno Baltarejo é professor e coordenador dos cursos de audiovisual no portal TreinaWeb. Trabalha com edição e pós produção de filmes publicitários e cinema desde 2006. Instrutor com diversas certificações internacionais; Authorized Trainer DaVinci Resolve, Adobe Certified Instructor em After Effects, Premiere, Illustrator, Lightroom, Photoshop, Video Specialist.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Introdução ao software

Parte 2 – Diferentes exemplos práticos

Parte 3 – Técnicas de efeitos e truques

Parte 4 – Finalização de um projeto

Do que Preciso?

✓ Do seu notebook com o Adobe Premiere Pro instalado, de preferência na versão mais recente (pode ser a versão de teste).

Detalhes do Curso

Data – 22 e 23/09

Horário – 09h às 18h

Duração – 16 horas

Local – Aldeia

×

Storytelling

Neste curso de Storytelling você aprender na prática o passo a passo para construir boas histórias. Seja para um livro, blog, podcast, TED Talks, redes sociais, apresentação de projetos e etc.

E há técnicas para isso. Desde as mais simples, que você consegue escrever num guardanapo, até as mais minuciosas, em que você gastará páginas e páginas de planejamento, montando cada detalhe da história com o cuidado para que ela nunca deixe de ser interessante.

Quem é o Professor

Ivan Mizanzuk é doutor em Tecnologia (UTFPR) e professor em cursos de Design, Arquitetura e Jornalismo em Curitiba-PR, além de escritor e podcaster. Autor dos livros “Existe Design?” e “Até o Fim da Queda” e host do podcast AntiCast desde 2011. Em 2015 lançou o Projeto Humanos, um dos poucos podcasts em formato storytelling no Brasil, mesmo formato de programas de grande sucesso nos EUA, como Serial, This American Life e Radiolab.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Elementos do arco narrativo; diferentes modelos e formatos

Parte 2 – Construção de personagens e criação de empatia

Parte 3 – Conceito: sua história sempre é maior do que ela conta

Parte 4 – Sucessão de eventos (fórmula Soren)

Parte 5 – Qual é o limite ético em se inventar histórias na publicidade?

Parte 6 – Exemplos e análise na prática

Detalhes do Curso

Data – 06/10

Horário – 10h às 18h

Duração – 7 horas

Local – Aldeia

×

Adobe After Effects

O After Effects é um dos mais antigos softwares da Adobe, imbatível na área de composição para televisão, cinema e internet. É vastamente utilizado na criação de efeitos digitais, cartelas publicitárias, animações vetoriais, tipográficas, infográficos animados e MUITO mais. Este curso aborda uma visão geral deste prestigiado software, ideal para quem está iniciando o uso desta ferramenta. É apresentado a integração com os demais softwares Adobe, técnicas de composição, workflow de produção, animação, entre outros conceitos importantes voltados para a área de Motion Graphics e Efeitos Visuais.

Quem é o Professor

Bruno Baltarejo é professor e coordenador dos cursos de audiovisual no portal TreinaWeb. Trabalha com edição e pós produção de filmes publicitários e cinema desde 2006. Instrutor com diversas certificações  internacionais; Authorized Trainer DaVinci Resolve, Adobe Certified Instructor em After Effects, Premiere, Illustrator, Lightroom, Photoshop, Video Specialist.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Introdução ao After Effects

Parte 2 – Construção da imagem

Parte 3 – Animações na prática

Parte 4 – Efeitos visuais

Parte 5 – Animação de textos

Parte 6 – Introdução ao 2D e 3D

Do que Preciso?

✓ Do seu notebook com o Adobe After Effects instalado, de preferência na versão mais recente (pode ser a versão de teste).

Detalhes do Curso

Data – 20 e 21/10

Horário – 09h às 18h

Duração – 18 horas

Local – Aldeia

×

Youtube Business

No curso YouTube Business, você aprende como montar seu canal, gerenciá-lo com qualidade, monetizá-lo e transformá-lo num negócio rentável. 

Além de entender como definir seu público específico, como começar um canal desde os primeiros passos, definir sua estratégia de conteúdo e linguagem, desenvolver relacionamentos com outros influenciadores e bombar a divulgação do seu canal, seja ele pessoal ou empresarial.

Quem é o Professor

Ricardo Almeida é cofundador da Coletive, aceleradora de canais do YouTube. Desde o início da sua carreira, trabalhou com canais gigantes do Brasil e do exterior, como PC Siqueira, Kéfera, NiceNienke, Gabriel O Pensador, Clara Aguilar e Tesão Piá e empresas como SEBRAE, Positivo e a própria Aldeia. É jornalista pós-graduado em Comunicação Audiovisual e diretor de produção.

Conteúdo do Curso

Parte 1 – Introdução ao YouTube

Parte 2 – Entendendo o mercado e como entrar nele

Parte 3 – Criando um canal de sucesso

Parte 4 – Analisando e otimizando seu canal

Parte 5 – Criando valor para o seu público

Detalhes do Curso

Data – 27/10

Horário – 09h às 18h

Duração – 9 horas

Local – Aldeia

×