O que um bom produtor de conteúdo precisa saber

Hoje em dia, além de um bom texto e repertório, um bom produtor de conteúdo precisa aprender constantemente e procurar novas abordagens, para não ficar só nos temas e técnicas que já domina.

Mas por onde começar a buscar esses conhecimentos? O que é preciso saber para trabalhar com produção de conteúdo e falar com públicos que buscam informações relevantes e que se interessam cada vez mais por colaboração, empreendedorismo e tecnologia?

Crie conteúdo que é fácil de ler.

Isso não quer dizer que o seu texto precisa ser básico ou supérfluo. Criar conteúdo fácil de ler significa fazer a leitura fluir, seja com a linguagem certa, usando tópicos, fazendo comparações ou trazendo exemplos bacanas. Produzir conteúdo envolve muita pesquisa, já que você precisa descobrir todo o possível sobre o assunto e, ainda, colocar links interessantes na sua publicação.

Entenda o estilo do seu público.

As pessoas que acessam seu blog, leem a sua revista ou seguem você nas redes sociais são de que faixa etária? Levam que estilo de vida? Qual a melhor linguagem para falar com esse público? Entender isso ajuda a construir linhas de raciocínio e textos ainda melhores. E não vale só para um blog ou materiais impressos! A forma como você se comunica no Facebook, no Twitter, Snapchat ou em outras redes sociais precisa fazer sentido e estar alinhado com aquilo que o seu público vai se interessar.

Faça bons títulos, assuntos de e-mail e chamadas.

O principal atrativo do seu texto vai ser o título. Pense em coisas que chamam a atenção de quem vai ler (lembrando sempre de combinar isso com a linguagem da sua marca). Pode ser um assunto de utilidade pública, alguma polêmica ou explicando o que a pessoa vai encontrar naquele conteúdo. Você também pode usar técnicas para construir títulos que despertem a curiosidade e instiguem a pessoa a ler o que você escreveu. Só não vale criar expectativas que você não vai corresponder no post ou apelar para o sensacionalismo.

Entenda sobre user experience.

É importante que você saiba como o seu público se comporta e como ele vai se sentir ao acessar o seu site. A navegação é fácil? O seu blog ou site funciona em todos os dispositivos? Não adianta fazer uma grande chamada no Facebook se, ao acessar pelo celular, o usuário não vai conseguir ler o seu post. Pense nisso e em como você pode adaptar o seu conteúdo – ou até desdobrá-lo – para diferentes canais, pensando na experiência do usuário e usando, até, o design como um aliado na produção do seu conteúdo.

Tenha noções de marketing.

Não adianta só usar palavras bonitas: estude marketing digital e entenda como aplicar técnicas de SEO em suas publicações, por exemplo. Pode ser que você precise procurar termos de pesquisa, trend topics e assuntos do momento para relacionar e, até, inserir como palavras-chave em seu texto. Na internet, as pessoas clicam no que interessa para elas e, por isso, é fundamental que você entenda quais são os interesses das pessoas que você quer atingir. E não entregue qualquer conteúdo! Faça coisas que você sabe que, além de trazer atenção para a sua página ou blog, sejam compartilháveis e sejam exatamente o que as pessoas querem saber (ou, se não querem, logo vão descobrir o quanto precisam).

 
Curtiu? A gente se inspirou nesse post aqui.

Você também pode gostar de:

Pré-inscrição de Curso









×

y

×

×








×
Interessa em fazer parte da Tribo

A comunidade online vai ser liberada no dia 29 de Maio. Deixe seus contatos aqui e receba acesso em primeira mão!
[activecampaign form=106]

×