Dicas de produtividade a gente vê aos montes por aí, certo? E na maioria dos casos são várias coisas que parecem meio surreais, tipo desligar o celular durante o trabalho (e se eu precisar do celular durante o trabalho, como faz?) ou aquelas coisas que todo mundo já sabe, mas que é meio impossível colocar em prática.

Ainda assim, as dúvidas sobre como obter um melhor resultado em menos tempo continuam. Por isso, resolvemos falar sobre produtividade de um jeito efetivo, prático e essencial para você romper com os velhos padrões e colocar as ideias para rodar de uma vez.

E para isso, contamos com a ajuda de três profissionais de diferentes áreas que contaram alguns segredos e algumas pedras do caminho para você dar uma guinada no seu dia com truques na alimentação e insights de organização. Além disso, a gente quis entender como o estar conectado influencia nisso. Vamos ao que interessa, então!

Trabalhando pelo mundo

O Fernando Kanarski é um nômade digital – e também professor aqui na Aldeia. Isso significa que ele viaja e trabalha de onde estiver. Mas como nem só de trabalho são feitas as viagens, ele precisa se organizar para também aproveitar o lugar e dar conta das demandas dos clientes. Ele gravou um vídeo do Panamá e contou pra gente como faz para dar conta disso tudo, olha só:

-> Então, anota aí: Trello e Wunderlis para se organizar; e lugares públicos podem te tirar do conforto de casa/hotel e te exigem maior devoção ao trabalho.

Baixe aqui o E-book Prático de Vendas Para Não Vendedores

“A percepção de aceleração do tempo não quer dizer aumento na produtividade”

Em conversa com a Andrea Greca, analista de tendências e fundadora da agência BERLIN, desdobramos algumas questões fundamentais sobre como pensar produtividade em tempos líquidos, onde estamos conectados o tempo todo e o que fazer com isso.

  1. Como as pessoas enxergavam produtividade antes e como é hoje?

A tecnologia transformou talvez não o conceito de produtividade, mas, a maneira como produzimos. Antes, o produto do trabalho era, de modo geral, tangível, material, podíamos segurá-lo com as mãos. A partir da popularização dos computadores, nos anos 1980, e da internet, no final da década de 1990, ​o resultado de um serviço passou a ser também em formato de bits – intangível, portanto. Antigamente, trabalhava-se das 9 às 18h, de segunda à sexta, e era isso. Hoje, por outro lado, estamos conectados o tempo todo. Enquanto estivermos acordados, estaremos ligados a nossos devices e, assim, poderemos estar trabalhando também, embora estar conectado não signifique necessariamente que estamos produzindo algo de útil. Antes de continuar, deixa seu e-mail aqui, vai:

  1. A percepção de tempo muda com tudo isso?

​Sim. Quem nunca teve a sensação de que passaram 20 minutos após navegar por duas horas nas redes sociais?​ Como disse anteriormente, a percepção de aceleração do tempo não quer dizer aumento na produtividade. O que ocorre é que a quantidade de informação que chega a nós em um minuto equivale a horas de leitura antigamente. E isso é perigoso, pois pode causar ansiedade.

  1. Você perceber alguma tendência no campo da produtividade?

​A ascensão de tendências e conceitos contemporâneos de bem estar, como mindfulness, por exemplo, carrega uma profunda e pertinente reflexão sobre o equilíbrio entre vida pessoal e vida profissional, num momento em que ambas se fundem numa coisa só. Já não há separação entre online e offline, a linha que separa esses dois “momentos” é cada vez mais tênue. A consciência de que é fundamental otimizar a utilização do tempo de produzir para desfrutar do momento de ócio está cada vez mais presente na sociedade de modo geral.

  1. Pode citar algum exemplo legal?

​Está comprovado que empresas que investem no bem estar dos funcionários têm melhores resultados. Google e Facebook têm programas sólidos de wellness para seus colaboradores, que incluem alimentação balanceada, espaços para massagens e intervalos para meditação.

O que você come influencia na produtividade

Pois é, isso já é meio óbvio, mas a nutricionista Pri Riciardi, que é nossa coworker, deu 6 dicas que rompem com vários paradigmas, são simples de colocar em prática e, segundo ela, uma semana vai ser suficiente para sentir a diferença. Vou dar spoiler: o café não é tão bom para a produtividade como a gente imagina, olha só porque:

Gostou? Então vou aproveitar e te fazer alguns convites:

  • Conheça o Curso de Gestão de Projetos – eles é um lançamento da Aldeia e quer embalar essa sua produtividade aí.
  • Você já sabe, mas não custa lembrar: hoje o nosso principal canal de comunicação são as Quentinhas, newsletters semanais com tudo que acontece por aqui e pelo mundo. Assine!

Você também pode gostar de:

Pré-inscrição de Curso









×

y

×

×







×
Interessa em fazer parte da Tribo

A comunidade online vai ser liberada no dia 29 de Maio. Deixe seus contatos aqui e receba acesso em primeira mão!
[activecampaign form=106]

×