Como não procrastinar

A gente quer muito ser dedicada, sentar na cadeira e trabalhar direitinho até terminar aquele projeto super trabalhoso e complicado. Mas saber como não procrastinar nem sempre é tão fácil assim, especialmente para os freelas entre nós. Não ter um chefe sempre à espreita pode facilitar aquela olhadinha no Facebook de vez em sempre, ou só responder aquelas mensagenzinhas rápidas (que não param de chegar) ali no WhatsApp.

Depois de muito enrolar, morcegar e me virar em duas pra cumprir deadlines que poderiam ser alcançados sem tanto estresse, fui obrigada a mudar de estratégia pra tentar reduzir ao máximo a minha procrastinação. Aqui vão três dicas simples que têm dado certo na minha vida.

Defina um horário de trabalho

defina um horário de trabalho como não procrastinar

Ser dono do próprio nariz e dos próprios horários é uma das maiores bênçãos da vida de freela, mas grandes poderes trazem grandes responsabilidades. Já cansei de trabalhar em final de semana pra cumprir deadline porque passava a semana arranjando qualquer coisa pra fazer que não fosse trabalhar. Isso mudou quando estabeleci horários pra trabalhar. Assim, passei a cobrar de mim mesma a atenção e foco necessários pra terminar tudo o que preciso dentro do horário. Com isso, adivinha? Sobrava muito mais tempo de qualidade pra eu viver minha vida livre, em paz sabendo que terminei minhas responsabilidades daquele dia.

É claro que nada precisa ser tão rígido. Dependendo da demanda, a gente adapta nossos horários para trabalhar mais ou menos, mas a ideia geral segue a mesma: tem hora pra trabalhar e tem hora pra viver o resto da vida. Trabalhar num coworking é uma boa pedida para quem pensa em como não procrastinar, e para mim funcionou!

Experimente a técnica Pomodoro

Defina um horário de trabalho como não procrastinar

Você conhece a técnica Pomodoro? Ela funciona justamente porque permite que você procrastine 5 minutinhos a cada 25 minutos de trabalho. É assim: você bota um timer pra apitar a cada 25 minutos. Cada um desses blocos de 25 minutos é chamado de “um pomodoro”. A cada pomodoro, você faz uma pausa de 5 minutos e, ao final desses 5 minutos, volta a trabalhar imediatamente. Depois de 4 pomodoros (que totalizam 1 hora e 55 minutos), você faz uma pausa mais longa de 30 minutos, pra então recomeçar todo o ciclo.

Você pode adaptar a técnica pro que funciona melhor para o seu tipo de trabalho. Eu gosto de focar bem no mesmo projeto durante os 4 pomodoros, usando as pausas para responder mensagens ou ir ao banheiro, e depois, na pausa mais longa, respondo e-mails ou faço um lanchinho.

Essa técnica funciona porque sempre que dá vontade de olhar o Facebook ou fazer qualquer outra coisa, você olha no timer e vê quantos minutos faltam pra poder dar uma escapadinha. Como os períodos de trabalho contínuo não são muito longos, não fica difícil segurar por alguns minutinhos a vontade de desviar a atenção.

É importante seguir à risca os horários, e não “dar um jeitinho” e compensar depois. Pra ajudar, é legal usar um timer específico pra essa técnica, que já vem com os ciclos programados. Tudo o que você tem que fazer é começar ou parar de trabalhar na hora em que ele apitar. Eu uso o Pomodoro One para MacOS, mas existem inúmeros apps tanto pra desktop quanto pra celular, pagos ou gratuitos, basta encontrar um que você goste mais. Pra saber mais, veja também a página oficial da técnica Pomodoro.

Encontre uma boa música para trabalhar

Música para trabalhar como não procrastinar

Dependendo do tipo de trabalho que você faz, das suas preferências e de como o seu cérebro funciona, ouvir um som bacana pode te ajudar a concentrar no trabalho e não dispersar a atenção. Vai de você pesquisar, testar e encontrar o tipo de som que melhor se adapta às suas necessidades e seu humor na hora. Por exemplo, como eu trabalho o dia todo lendo, interpretando, traduzindo e revisando palavras, música com vocal me desconcentra muito, e só consigo ouvir música instrumental ou white noise.

Pra encontrar o que ouvir, estou sempre de olho nas playlists prontas do Spotify e montando as minhas próprias. E quem não gosta de um barulhinho de chuva, né?

Bônus: maneire no café

Maneire no café como não procrastinar

Acho que essa história é bem familiar pra todo mundo: a gente acorda morta de sono, toma café o dia todo pra conseguir ficar acordada e trabalhar, e quando chega a noite, não consegue dormir. Isso sem contar a vibe pilhadona do café, que faz a gente pensar em mil coisas ao mesmo e não focar de verdade em nada.

Tentando driblar esses efeitos matadores da cafeína, resolvi experimentar algo de diferente e deu super certo. Em vez de tomar várias xícaras de café ao longo do dia, o que eu faço agora é tomar só uma xícara no café da manhã. No resto do dia, tomo chá de camomila. Parece contraproducente, mas a camomila não dá sono: ela deixa a mente mais calma, relaxada e focada, o que ajuda a concentrar no que a gente está fazendo e fazer com qualidade. De brinde, a qualidade do sono melhora muito e no dia seguinte a gente acorda descansada e energizada.

Saber como não procrastinar melhorou demais a minha qualidade de vida. Uma vez que o tempo de enrolação virou tempo de trabalho de verdade, consigo terminar minhas tarefas mais cedo e ter mais tempo livre pra curtir o que eu quiser. Por isso digo que vale a pena parar um pouco e reavaliar como você está usando seu tempo e sua atenção.

Tem alguma outra dica antiprocrastinação que funciona pra você? Conta pra gente!

Você também pode gostar de:

Pré-inscrição de Curso









×

y

×

×








×
Interessa em fazer parte da Tribo

A comunidade online vai ser liberada no dia 29 de Maio. Deixe seus contatos aqui e receba acesso em primeira mão!
[activecampaign form=106]

×